NotíciaÓperaVoz
10848835_573278722817686_5370300177798655052_o (1)

Marcelo Ferreira canta em Recife

MARCELO FERREIRA VOLTA A SE APRESENTAR
NO RECIFE, APÓS AUSÊNCIA DE 9 ANOS

O ultimo concerto do ano da Orquestra Sinfônica do Recife – nesta quarta-feira, dia 17 – vai marcar também o retorno do barítono pernambucano Marcelo Ferreira aos palcos da cidade. Há 9 anos sem se apresentar na terra-natal, Marcelo será um dos solistas da Nona Sinfonia de Beethoven, um dos clássicos mais admirados e conhecidos do mundo. O concerto acontecerá no Teatro Santa Isabel, será regido pelo maestro Marlos Nobre, diretor musical e regente titular da OSR, e terá também a participação de Anita Ramalho (soprano), Malu Mestrinho (mezzo soprano) e Adriano Pinheiro (tenor).

“A forte emoção de voltar a cantar na minha cidade é aumentada por se tratar de um concerto da OSR, orquestra que é um marco importante da minha carreira”, conta o barítono. “Minha estreia profissional como solista foi numa apresentação da OSR, cantando seleções de Carmina Burana de Carl Orrf, no Marco Zero do Recife, em 2003”, explica.

Em 2007, Marcelo mudou-se para os Estados Unidos, onde realizou sua pós-graduação. Depois passou uma temporada na Europa e voltou a morar no Recife em 2013, mas até agora não havia retornado aos palcos da cidade. Sua última apresentação com a OSR aconteceu em 2005, quando cantou o papel-título do oratório Elias de Felix Mendelssohn, sob a regência do Maestro Alcingstone Cunha.

Entre 2003 e 2007, o barítono fez uma série de participações na temporada regular da orquestra, culminando com a ópera Carmen, de Georges Bizet, em 2005, no Teatro Santa Isabel. Resultado de uma parceria entre a OSR e a Companhia Operários – que o próprio Marcelo dirigia –, “Carmen” foi a primeira grande produção de ópera da cidade do Recife em quase 40 anos. Reiniciou um ciclo de produções operísticas locais que vem se fortalecendo desde então, junto com o surgimento de outras companhias e iniciativas. Na montagem de “Carmen”, Marcelo Ferreira assinou a direção geral, a preparação do coro, e interpretou o papel do toureiro Escamillo.

A reaproximação de Marcelo Ferreira com Pernambuco, na verdade, começou em 2012. Ele ainda morava no exterior quando criou o “Ópera Studio do Recife”, um projeto didático que traz cantores, coaches, diretores e regentes do Brasil, Estados Unidos e Europa para trabalhar por três semanas com jovens cantores brasileiros. O Studio tem sua quarta edição já confirmada para o ano de 2015. Seguindo o sucesso deste projeto, Marcelo Ferreira também criou o Curso de Introdução a Ópera, destinado ao público geral. Com duração de 1 semana, o curso abrange toda a história da ópera, desde seus precursores até as obras contemporâneas. Este curso foi parte da programação da Caixa Cultural e já foi ministrado por ele em São Paulo, Fortaleza e Recife.

 

Serviço:

Ludwig van Beethoven: Nona Sinfonia em re menor, Opus 125
Último Concerto da Orquestra Sinfônica do Recife em 2014

 

Solistas:

 

 

Anita Ramalho (soprano)

Malu Mestrinho (mezzo soprano)

Adriano Pinheiro (tenor)

Marcelo Ferreira (barítono)

 

Coro da Universidade Federal de Pernambuco
Regente preparador: maestro Flávio Medeiros

 

Direção Musical e Regência: Marlos Nobre

 

 

Local: Teatro Santa Isabel
Praça da República, s/n
Santo Antônio, Recife – PE
Fone: (81) 3355-3323

Data: 17 de dezembro

Horário: 10h (ensaio geral) e 20 h (concerto oficial)

Ingressos: grátis. Retirar na bilheteria do Teatro, duas horas antes do ensaio e do concerto oficial.

Os comentários estão desativados.