Eric Herrero / Tenor

Eric Herrero / Tenor

Mídia Divulgação

Vídeos

Bio

Vencedor do VII Concurso Brasileiro Maria Callas, Eric Herrero canta com regularidade nas principais salas de espetáculo do país.

Dentre os mais de quarenta personagens em sua carreira, vale destacar Roberto (Le Villi – G. Puccini) no Theatro Municipal de São Paulo, Cavaradossi (Tosca – G. Puccini) e Don José (Carmen – G. Bizet) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Andrea Chénier no Palácio das Artes de Belo Horizonte, Boris (Katia Kabanová – L. Janáček) e Maurizio di Sassonia (Adriana Lecouvreur – F. Cilea) no Theatro São Pedro de São Paulo, e Lisandro (A Midsummer Night’s Dream – B.Britten) junto a OSB Ópera & Repertório. Na América do Sul, interpretou Laca (Jenufa – L. Janáček), Maurizio di Sassonia (Adriana Lecouvreur), Des Grieux (Manon Lescaut-G. Puccini) e Princ na estreia argentina de Rusalka (A.  Dvořák), junto a Buenos Aires Lirica. Sua estreia no Teatro Solís de Montevidéu se deu como Bacchus (Ariadne auf Naxos – R. Strauss) e no Chile, na Gala Lírica do Festival Internacional de Ópera Laguna Magica.

Foi um dos cantores convidados pelo Theatro Municipal de São Paulo para a celebração dos 90 anos da Semana de Arte Moderna de 1922.

Participou da estreia europeia de Pedro Malazarte (Camargo Guarnieri) no Feldkirch Music Festival/Áustria e atua com frequência junto a Luxembourg Philharmonia desde 2013. No Festival Pézenas Enchantée/França, interpretou o papel título de Les Contes d’Hoffmann (J. Offenbach) e Alfredo (La Traviata – G. Verdi). Ao lado de ícones da ópera como Sylvia Sass, Aprile Millo, Alexander Anisimov e Eliane Coelho, cantou em concertos e óperas no Brasil e na Europa.

De seu repertório sinfônico, destacam-se Die erste Walpurgisnacht, Elias e Lobgesang de F. Mendelssohn, Nona Sinfonia e Missa Solemnis de Beethoven, Messa da Requiem de Verdi, Te deum de Bruckner, Maria Zeller Mess de Joseph Haydn, Theresienmesse de Michel Haydn, El pesebre de Pablo Casals.

O tenor possui também importantes estreias nacionais em seu curriculum, dentre elas, Florencia en el Amazonas de Daniel Catán, Ça Ira de Roger Waters e Poranduba de Villani-Côrtes, no Festival Amazonas de Ópera, Le Rosignol de I. Stravinsky no Theatro Municipal de São Paulo, Jenufa (versão Brno.) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e Katia Kabanová no Theatro São Pedro/SP.