Pablo Maritano

Pablo Maritano nasceu em Buenos Aires, onde se formou em Belas Artes na Escola Superior de Belas Artes Ernesto de la C√°rcova, e em Dire√ß√£o de Teatro de √ďpera pelo Instituto Superior de Arte del Teatro Col√≥n. Ele tamb√©m tem uma experi√™ncia completa como pianista e ator. √Č o mais conceituado encenador de √≥pera da sua gera√ß√£o, elogiado sobretudo pela sua abordagem ao repert√≥rio dos s√©culos XVII e XVIII, bem como √† √≥pera contempor√Ęnea.

Recebeu in√ļmeros pr√™mios e distin√ß√Ķes, entre eles o Pr√™mio Internacional de Cr√≠tica chileno por sua produ√ß√£o de Otello – reencenada no Teatro Argentino de La Plata e no teatro SODRE em Montevid√©u, Uruguai e o Pr√™mio Konex 2019 por sua estreia sul-americana de Plat√©e de Rameau . Tamb√©m foi homenageado com o Pr√™mio Especial do J√ļri do Festival de Teatro Musical de Berlim em 2013 pela estreia de Copi e Strasnoy’s Cachafaz, apresentada no Teatro San Mart√≠n, em Buenos Aires. Em 2017, a Associa√ß√£o de Cr√≠ticos de M√ļsica de Buenos Aires concedeu-lhe o pr√™mio √ďpera do Ano.

Os eventos mais marcantes em sua trajet√≥ria de mais de cinquenta produ√ß√Ķes de √≥pera foram: a estreia espanhola e latino-americana de Die Soldaten de Bernd Alois Zimmermann, no Teatro Col√≥n – que se tornou uma sensa√ß√£o internacional; a nova produ√ß√£o de La Ciudad Ausente, do compositor argentino Gerardo Gandini, no Teatro Argentino de La Plata em 2011, e a estreia sul-americana de Hippolyte et Aricie, de Rameau. Em 2018 dirigiu a estreia brasileira de Der Rosenkavalier de R. Strauss no Teatro Municipal de S√£o Paulo. Em 2012, ele encenou Die Entf√ľrung aus dem Serail de Mozart com um novo libreto especialmente encomendado no Teatro Avenida em Buenos Aires. Para o Teatro Municipal de Santiago, em Santiago do Chile, dirigiu Il Trovatore e I Due Foscari, no Brasil encenou Rom√©o et Juliette, Norma, Der Fliegende Holl√§nder e Il Barbiere di Sevilgia. Ele tamb√©m dirigiu Le Malade Imaginaire, Carmen, Faust, Giulio Cesare e Le Grand Macabre, em v√°rios teatros argentinos, bem como L‚ÄôItaliana em Algeri e uma vers√£o multim√≠dia de Madama Butterfly no Teatro SODRE em Montevid√©u, Uruguai. Suas pr√≥ximas produ√ß√Ķes incluem La Cenerentola, Madama Butterfly, L’Elisir d’Amore, Intra Cetum e La Traviata na It√°lia, Espanha, Su√≠√ßa, Argentina, Ge√≥rgia, Chile e Brasil.

Maritano tamb√©m trabalhou como professor de √≥pera em diversas institui√ß√Ķes na Argentina, Chile, Su√≠√ßa, It√°lia, Fran√ßa e Brasil. Desde 2009 √© diretor do Opera Studio do Teatro Argentino de la Plata, na prov√≠ncia de Buenos Aires. Em 2012 foi nomeado professor titular da Carreira de Dire√ß√£o de √ďpera no Instituto Superior de Arte del Teatro Col√≥n em Buenos Aires. Ele tamb√©m foi professor convidado na Accademia di arti di Padova na It√°lia; Les Rencontres Baroques de Montfrin, Fran√ßa, convidado por Gabriel Garrido; Universidad Nacional de Rosario, na Argentina, Schola Cantorum Basiliensis na Su√≠√ßa, entre outros. Na temporada atual, ele √© o diretor do projeto vencedor do pr√™mio ‚ÄúEuropa Criativa do Ano‚ÄĚ, do Opera Studio de Tenerife, Espanha.

Pablo Maritano
Mídia Divulgação
Vídeos
Opera Atelier
Contato

Vitor Philomeno | Gerente Artístico
+55 (11) 96837-1982
contato@opera-atelier.com

Opera Atelier Artists 2014-2022 © Todos os direitos reservados