Pablo Maritano / Diretor

Pablo Maritano / Diretor

Mídia Divulgação

Vídeos

Bio

Nasceu em Buenos Aires, onde se formou na Escola Superior de Belas Artes Ernesto de la Cárcova e no Instituto Superior de Arte do Teatro Colón, também com formação em piano e teatro,reconhecido principalmente por a sua abordagem ao repertório dos séculos XVII e XVIII, bem como ao contemporâneo. Ele também tem uma intensa atividade pedagogica
Foi premiado em diversas ocasiões, incluindo o Prêmio Internacional da Crítica do Chile pela produção de Otello (reeditado no Argentino de La Plata e no SODRE em Montevidéu), e pela estreia sul-americana de Platée, de Rameau; foi distinguido pelo Premio Kotex  2019 as personalidades da cena musical, o prêmio especial do júri do Berlin New Music Theatre Festival (2013) pela estreia americana de Cachafaz, de Copi-Strasnoy, no Teatro San Martin ; o concurso de ópera de câmara do Teatro Colon (2008), a associação de cronistas do espetaculo e a associação de críticos musicais de Buenos Aires; e também  distinção ópera do ano (2017) do Movimento Brasil, entre outras.

Na sua trajetória de mais de 50 produções, destacam-se as estreias ibero-americanas de no salão principal do Teatro Colón de Die Soldaten, de Bernd Alois Zimmermann, que virou um evento internacional, a nova versão de La ciudad ausente, de Gandini, no Teatro Argentino de La Plata em 2011, a estreia sul-americana de Hippolyte et Aricie, de Rameau. Em 2018 dirigiu Der Rosenkavalier no Theatro Municipal de São Paulo. Em 2012 dirigiu uma nova produção de Die Entführung au dem Serail , de Mozart, no Teatro Avenida (encenação que incluiu a revisão da dramaturgia original); Dirigiu Il Trovatore e I Due Foscari no Teatro Municipal de Santiago do Chile. No Brasil dirigiu também  Romeu e Julieta, Norma, Der Fliegende Holländer e o Elixir do Amor. Também dirigiu O Doente Imaginário (Ópera de Câmara no Teatro Colon), Carmen, Fausto, Giulio Cesare e Le Grand Macabre, além de uma nova versão de L ‘Italiana in Algeri in Montevideo (Sodre), e uma versão multimídia de Madama Butterfly, e Siglo de Oro Trans, adaptação de Don Gil de las Calzas Verdes, para o Festival Internacional de Teatro de Buenos Aires.
Suas próximas produções incluem Madama Butterfly, L’Elisir d’Amore, Intra Cetum, Don Giovanni, Otello, Ariadne auf Naxos, na Itália, Espanha, Suíça, Argentina, Chile e Brasil.